quinta-feira, 16 de junho de 2011

Filatelia Chico Xavier

“CENTENÁRIO DO NASCIMENTO DE FRANCISCO CÂNDIDO XAVIER”


O selo apresenta Chico Xavier autografando um dos seus livros. Como pano de fundo, há o detalhe de uma carta psicografada pelo médium (reprodução de um manuscrito de Chico Xavier, do livro “Mensagens de Inês de Castro”). Em destaque, a inscrição de uma frase por ele proferida que mostra a essência de sua obra e de seus ensinamentos em prol da evolução do ser humano por meio do amor ao Cristo e ao próximo: “Ama sempre. E quando estiveres a ponto de descrer do poder do amor, lembra-te do Cristo”. Foram utilizadas as técnicas de fotografia e computação gráfica.

Entre as homenagens do centenário de nascimento do médium mineiro Chico Xavier, merece destaque o lançamento de selo comemorativo dos Correios, em solenidade que aconteceu em Uberaba, no Triângulo Mineiro. O evento contou com as presenças do Ministro das Comunicações, Senador Hélio Costa; do diretor Fernando Miranda; do prefeito de Uberaba, Anderson Adauto; do presidente da Câmara de Uberaba, Lourival dos Santos; do deputado federal Paulo Piau; e do deputado estadual Antônio Júlio, dentre outras autoridades.

A emissão do selo representa o reconhecimento àquele que se dedicou, ao longo de muitas décadas, com grande zelo, a obras assistenciais e ao puro altruísmo, acalentando com desvelo e dedicação, sem exigências, corações aflitos. Chico Xavier é exemplo de humildade, dignidade e amor incondicional ao próximo. Conhecido mundialmente, em 1981 foi indicado ao Prêmio Nobel da Paz por dez milhões de brasileiros e, na virada do milênio, recebeu o título de Mineiro do Século, em votação promovida por uma empresa de comunicação, em Minas Gerais.

02/03/2010 – Selo “Centenário do Nascimento de Francisco Cândido Xavier” (1910-2002). Fonte: A Revista Comunicação, Ano 43 – Edição nº 187 – fevereiro a junho de 2010, apresentou a imagem do selo comemorativo em primeira mão.


Locais de lançamento:
16/04/2010 – Relançamento no Congresso: Brasília/DF

19/03/2010 – Pré-lançamento: Uberaba/MG (onde está localizado o centro espírita fundado por Chico Xavier)

02/04/2010 – Lançamento Oficial: São Bernardo do Campo/SP (1º Dia de Circulação)
Texto do convite: A Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos e o GEEM – Grupo Espírita Emmanuel têm a honra de convidar V. Sª. para o Lançamento do Selo Comemorativo do Centenário do Nascimento de Francisco Câdido Xavier. Local: Associação dos Funcionários Públicos de São Bernardo do Campo, Salão Social – Rua 28 de Outubro, 61 – Centro, São Bernardo do Campo – São Paulo (SP).
05/04/2010 (19h30) – Relançamento: Pedro Leopoldo/MG

Texto do convite: O Ministro de Estado das Comunicações, Senador Hélio Costa, o Presidente da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos, Carlos Henrique Almeida Custódio e o Diretor dos Correios em Minas Gerais, Fernando Miranda, convidam para a cerimônia de lançamento do selo comemorativo ao centenário de nascimento de Chico Xavier em Pedro Leopoldo, cidade natal do médium mineiro. Local: Centro Espírita Luiz Gonzaga – Rua São Sebastião, 55 – Centro, CEP: 33600-000, Pedro Leopoldo – Minas Gerais (MG). Traje: Passeio completo.


Cartão-postal com selo aposto, obliterado na cidade de Pedro Leopoldo, Minas Gerais (MG), em 02/04/2010.

O evento de pré-lançamento do selo comemorativo e cartão-postal alusivos ao centenário de nascimento de Francisco Cândido Xavier aconteceu na sexta-feira, dia 19/03/2010, em Uberaba (MG), onde fica o centro espírita fundado por Chico.

A solenidade foi aberta com um breve histórico da vida de Chico Xavier, iniciando por seu nascimento, em Pedro Leopoldo, depois a vinda para Uberaba e sua obra. Em seguida, o Ministro das Comunicações, Hélio Costa (PMDB), fez a primeira obliteração (carimbo), sendo que o selo lançado recebeu mais três carimbos: do Prefeito Anderson Adauto, do Presidente da Câmara, Lourival dos Santos, e do filho do médium, Eurípedes Higino. Também participaram da solenidade: os diretores dos Correios, Marco Antônio Oliveira e Fernando Miranda, vereadores, prefeitos da região e diversas autoridades.

Francisco Cândido Xavier, ou Chico Xavier, nasceu na cidade de Pedro Leopoldo (MG), em 2 de abril de 1910. Sua trajetória, segundo o Instituto André Luiz, o mostra como o médium mais famoso e estimado, no Brasil e no exterior, e com maior tempo de atividade mediúnica.

De formação católica, aos cinco anos perdeu sua mãe, Maria de João de Deus, cujo falecimento deixou o pai, João Cândido Xavier, operário em Pedro Leopoldo, viúvo com nove filhos, sendo Chico o caçula. Iniciou-se no Espiritismo aos 17 anos. Em 8 de julho de 1927, psicografou pela primeira vez, recebendo uma mensagem de 17 páginas, de um Espírito Amigo, e que versava sobre Deveres Espíritas. Conheceu seu Benfeitor, o espírito de Emmanuel e, no fim de 1931, ganhou notoriedade com o lançamento da obra poética “Parnaso de Além Túmulo”... Sob a orientação espiritual de Emmanuel, Chico Xavier psicografou milhares de páginas de instrução, educação e consolo, ditadas por inúmeros Espíritos, e compiladas em mais de 400 livros, sendo que o último, “Degraus da Vida” (Cornélio Pires, Editora CEU), foi publicado em 1996. Mesmo doente e com idade avançada, compareceu, sempre que possível, aos sábados à noite, no Grupo Espírita da Prece.

Em Uberaba, cidade que escolheu para residir, Chico Xavier desencarnou no dia 30 de junho de 2002, aos 92 anos.

Na Comenda Chico Xavier, entregue pela Câmara de Vereadores, está incrustada a frase do médium: “O bem que praticares, em algum lugar, é teu advogado em toda parte”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário