segunda-feira, 5 de março de 2012

Mediunidade - A Leitura é a Chave

No curso do desenvolvimento mediúnico, é indispensável a leitura de livros, principalmente de autores espíritas. Eles abrem a mente do aprendiz às coisas do Espírito e a novos rumos para a solução dos segredos da vida.

É bom começar pelas obras basilares da doutrina, que te oferecerão um campo imenso para tuas meditações.

O mundo interno de que faz parte o teu coração começa a iluminar-se, fornecendo ao entendimento muitas esperanças de viver e ajudar a viver aqueles que te acompanham e te seguem.

A leitura é verdadeiramente a chave que vai abrir as portas do saber, predispondo todas as tuas faculdades para a auto-educação de todos os sentimentos contrários à caridade em Cristo.

O orientador espírita não pode se esquecer de indicar o livro para os que batem às portas das organizações e, na sequência das leituras, poderão trocar ideias sobre o entendimento daquilo que foi recomendado, e o modo pelo qual entenderam os conceitos estudados.

Mesmo se o iniciante possui bons princípios, advindos da maturidade espiritual, o livro bom o ajuda a melhorar mais.

Mesmo que o iniciante já traga a educação de berço, enriquecida por várias experiências em vidas sucessivas, a leitura dos livros espíritas acorda mais as qualidades, transformando-as em valores mais ativos, por serem lições dos benfeitores maiores, que sempre se lembram dos ensinamentos de Jesus nas mensagens administradas aos companheiros dos caminhos da carne.

Se começares bem nas diretrizes organizadas por Jesus e postas em cima da mesa por Kardec, formar-se-á em tua consciência um senso que te permitirá escolher as melhores orientações para as tuas reformas morais e para as tuas mudanças de hábitos...

Fonte: (Do livro: Segurança Mediúnica cap.22 pág.07 – Miramez / João Nunes Maia)

Nenhum comentário:

Postar um comentário