sábado, 24 de abril de 2010

Ary Lex

Dr. Ary Lex veio a falecer com 85 anos, a 29 de junho de 2001, vítima de câncer fulminante, após mais de sessenta anos de serviços prestados ao Espiritismo.

Filho de Fausto Lex, de descendência alemã também fervoroso militante espírita, e Lúcia Garrido Lex. Foi casado com Acácia Munhoz Lex e teve os filhos Sérgio, Lineu e Roberto.


Nas lides doutrinárias desempenhou muitas funções importantes: conselheiro da Federação Espírita do Estado de São Paulo (FEESP) de 1942 até seu desencarne, conselheiro da União das Sociedades Espíritas do Estado de São Paulo (USE) desde 1947, ex-presidente do Instituto Espírita de Educação (IEE) e da Associação Médico-Espírita de São Paulo (AMESP).

Profissionalmente Ary Lex formou-se em medicina e aposentou-se como diretor executivo do Hospital das Clínicas e Assistente de sua Clínica Cirúrgica.

Foi professor titular de Biologia Educacional e Biologia I da Universidade Mackenzie por 15 anos. Nessas áreas escreveu Biologia Educacional (com 20 edições) e Hérnias, adotado em faculdades de medicina de todo o país.

Como orador e escritor espírita foi sempre intransigente defensor dos princípios doutrinários, não se recusando às polêmicas quando se tratava de defender suas idéias de pureza da doutrina.

Escreveu muitos artigos na imprensa espírita e publicou as seguintes obras: Pureza Doutrinária, Do sistema nervoso à mediunidade, 60 anos de Espiritismo no Estado de São Paulo (nossa vivência), tendo ainda participado em vários boletins da AMESP.

Nenhum comentário:

Postar um comentário